Notícias

Campinas deve ampliar subsídio para socorrer empresas de ônibus

6 de abril de 2020

A Prefeitura de Campinas deve ampliar o subsídio às empresas de ônibus para socorrê-las durante esse período de pandemia do coronavírus. Segundo o prefeito Jonas Donizette (PSB), o número de passageiros caiu 78,9%, o que reduz a receita das empresas. Hoje, a prefeitura repassa R$ 60 milhões dos cofres públicos para o sistema. Essa verba é para custear as gratuidades e benefícios.

O governo não confirma a ampliação, porém, a fala de Donizette durante a live de sexta-feira (03/04) de que as empresas têm de pagar os salários dos funcionários é um indicativo de que haverá o socorro.

A Emdec, empresa que administra o trânsito da cidade, informou apenas que vai se reunir com as empresas concessionárias para debater o efeitos no sistema e estudar formas de alcançar equilíbrio financeiro no momento pós-pandemia.

Paulo Bardall, diretor de comunicação do sindicato que representa as empresas, disse que o verba é importante para ajudar as empresas que operam em prejuízo no sistema. Segundo ele, o subsídio pago pela prefeitura já era insuficiente antes da crise da covid-19. “Temos tido uma queda de receita entre 70% e 80% e temos de cumprir a determinação de colocar 50% da frota na rua, mesmo que a operação tenha um custo maior, já que não há poucos passageiros devido ao fechamento do comércio”, disse ele.

As empresas de ônibus já tinham pedido um aumento no subsídio, mas foi negado. Se sair desta vez, diz o diretor que a verba vai ajudar a pagar a folha de pagamento. “Só que é insuficiente para cobrir todos os gastos”, ressaltou Barddal, lembrando que as empresas fazem caixa com a venda do vale-transporte e, no fim de março, isso não ocorreu.

Passageiros

A queda de 78,9% no número de passageiros foi observada na quarta-feira (23/03). De acordo com a Emdec, o percentual representa a comparação ao número registrado na quarta-feira da semana anterior à quarentena. No dia 11 de março, foram 562.066 passageiros transportados (passagens pela catraca). Já no dia 25 de março, o sistema registrou 118.420 passageiros. 

TEXTO E FOTO: Rose Guglielminetti / Blog da Rose