Notícias

Fiscais da Petro Ita e Cascatinha participam de curso de capacitação

29 de março de 2019

Profissionais que atuam na função de fiscal nas empresas Petro Ita e Cascatinha estão participando de um curso de aprimoramento e conduta profissional, realizado em parceria com o Sest Senat de Três Rios. Com carga horária total de 20 horas, os 33 colaboradores estão aprendendo noções de desenvolvimento de liderança, ética profissional, gestão do tempo, administração de conflitos e atendimento eficaz. As aulas começaram na última segunda-feira (25) e contam com uma turma dividida em diferentes horários.

Foto: Setranspetro

Para Woshington Luiz, um dos instrutores do Sest Senat, o curso tem como objetivo aprimorar o profissional em sua área de atuação, gerando mais qualidade na prestação do serviço.

“Tratamos sobre questões de relacionamento no ambiente de trabalho. É uma visão de melhoria, onde buscamos conhecimentos para aplicá-los no dia a dia. Estamos trabalhando com aulas dinâmicas, onde identificamos as maiores necessidades de cada profissional”, disse.

De acordo com o fiscal Josélio Ferreira, de 51 anos, um dos temas de maior importância tratado em sala de aula foi a empatia.

“Eu me colocar no lugar do outro colega de trabalho ou até mesmo dos passageiros em uma determinada situação. O curso está sendo de grande importância, pois nos aproxima dos colegas de trabalho, independente de qualquer hierarquia. As pessoas merecem respeito e atenção. Aprendi que saber ouvir vai fazer com que a nossa visão seja mais ampla, resultando em mais profissionalismo, ética, compreensão, carinho e amor ao próximo”, disse o fiscal da Petro Ita.

Atuando há um ano na empresa Cascatinha, o fiscal Francisco Diego do Amaral, de 26 anos, elogiou a maneira com que as questões diárias estão sendo explicadas.

“O curso está sendo fundamental para a nossa função, pois nos orienta a resolver diferentes situações cotidianas. Fico feliz quando vejo que a empresa se preocupa com o preparo da equipe, ouvindo e compreendendo nossas necessidades”, concluiu.